Saiba tudo sobre o Alcoolismo

Alcoolismo ou etilismo é uma doença psiquiátrica, que leva ao desajuste orgânico, psíquico e social. É progressiva e se expande em vários níveis causando repercussão na vida do indivíduo. No Brasil, 10% da população sofre com o alcoolismo. Os homens correspondem a 70% dos casos, enquanto as mullheres correspondem a 30%.

O alcoolismo é uma das formas mais comuns de dependência de substâncias. Desenvolve-se quando o organismo do usuário acostumou-se de tal maneira à absorção de grandes quantidades de álcool que já não funciona normalmente sem ele. Os sintomas de dependência do álcool são um desejo permanente de álcool, incapacidade para parar de beber ou fazê-lo com moderação e, à medida que a doença progride, hé necessidade de beber maiores quantidades para obter o mesmo efeito.

Na maioria dos casos, o alcoolismo vai progredindo lentamente ao longo de anos de consumo. A pessoa pode começar a beber por motivos sociais, para fazer parte do grupo, ou subjetivos, para se animar, desinibir ou esquecer as preocupações. Mais tarde, o organismo torna-se dependente do álcool, e quando a pessoa não bebe, sofre os chamados sintomas de abstinência (náusea, vômitos, agitação, agressão, comportamento compulsivo, comportamento autodestrutivo, tontura, tremores, perda de consciência, euforia, culpa, solidão, descontentamento geral e alucinações), situação conhecida por "dellirium tremens". O DT pode acontecer também sem que o usuário tenha parado de beber.

O alcoolismo deve ser sempre tratado por um médico, pois a ingestão excessiva e continuada de bebidas alcoólicas pode causar graves distúrbios no fígado, cérebro (demência, psicose, deterioração da personalidade), câncer da boca, da garganta e do pâncreas, obesidade, anemia, problemas sexuais e distúrbios gastrintestinais (gastrite, úlceras), doenças dos nervos periféricos (neuropatias) e do coração (cardiopatias).

Pode também ocorrer elevação da pressão arterial e deficiências vitamínicas se as refeições forem negligenciadas. Os problemas psicológicos individuais e familiares, de deterioração profissional e social também são comuns.

A quantidade máxima de álcool por dia considerada saudável, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 1 drink por dia, para as mulheres, e para os homens, 2 drinks.

Causas do alcoolismo: Além do fator genético, existem os fatores sócioculturais e psicológicos, salientando-se que as causas biológicas, psicológicas ou sociais são fatores de vulnerabilidade, não existindo uma explicação universal para o alcoolismo.

Diagnóstico: O diagnóstico de alcoolismo não tem relação com o tipo e quantidade de substâncias ingerida pela pessoa, mas sim à capacidade em controlar o consumo de bebida.

O tratamento é feito por meio de medicamentos ou por meio de terapia.

Medicamentos:

Dissulfiran (antietanol): é um medicamento que apresenta efeito aversivo quando usado em conjunto com o álcool, causando náuses, vômitos, rubor facial, taquicardia e hipotensão.

Naltrexona: é um medicamento que atua sobre o sistema opioide, bloqueando os efeitos de recompensa do álcool e evitando recaídas.

Acamprosato: é um medicamento que age como antagonista dos receptores glutamatérgicos, atenuando os sintomas de abstinência do álcool.

Terapias:

Obs: Alcoólicos Anônimos: Quase todos os programas de tratamento do alcoolismo também incluem encontros de Alcoólicos Anônimos (AA). O Alcoólicos Anônimos é uma comunidade mundial de homens e mulheres que se ajudam a ficarem sóbrios.

Nem sempre os dependentes de álcool, que participam desses encontros, respondem positivamente ao estilo e mensagens do AA. Geralmente descobrem que incluindo outros tratamentos como aconselhamento e tratamento médico funcionem melhor juntos.

Algumas questões úteis para avaliar se o indivíduo tem problemas com o álcool:

Se uma dessas perguntas tiver a resposta SIM, é sinal de que é preciso investigar a questão de forma mais aprofundada. Procurar um médico é uma boa opção.

 

Os especialistas mais indicados são:
Também pode te interessar
Saiba quais são as melhores profissões da área de saúde em 2018
Sobre Nós:

Medicina Virtual é um site com o objetivo de ajudar as pessoas a terem mais conhecimento da área de medicina, aqui você pode saber sobre dietas, saúde, tratamentos, doenças, bem-estar, entre muitas outras coisas!

Siga-nos em nossas redes sociais:
© 2018 Medicina Virtual - Todos os direitos reservados

Atenção: O site Medicina Virtual é apenas um site de aprendizado e educação, então nossas informações não devem ser utilizadas para outro fim, a não ser o de aprendizado, sendo assim NÃO substituimos quaisquer exames médicos